12 de março de 2019

11 de março de 2019

16 MARÇO / Sábado

“SUBSOLO”
por Teatro Efémero (Sintra)

M16 | 60min

16 Março (Sábado)
Espaço Animateatro
21H30

+ evento facebook


No início de cada apresentação haverá uma recolha de alimentos que serão entregues na Associação Refugiados em Portugal. O espetáculo inicia-se com uma instalação.


Sobre
SUBSOLO é uma constatação de que a guerra mudou muito pouco com a evolução dos tempos, apenas se tornou mais simples e eficaz. Com os avanços da tecnologia o ser humano procura constantemente aproximar-se do sofrimento do outro. Desta forma podemos dizer que SUBSOLO apresenta uma realidade paralela, quase que uma distopia que está tão próxima de acontecer num futuro próximo. Uma crítica irónica ao voyeurismo presente na nossa sociedade atual em relação à guerra permanente a que temos acesso através dos média.

Sinopse
A guerra não passa de um Aquário cheio de corpos, que estão limitados por um espaço, onde a única forma de sobreviver é também a única forma de morrer. Os que detém o poder dominam os movimentos das águas consoante o que mais lhes aprouver. E assim sendo, estes corpos não passam de meras saquetas incómodas e poluídas, que um dia pensaram ser humanos. Chamamos humanos aos que desumanizam aqueles que eram tão humanos como nós. E chamamo-nos o quê a nós que não desumanizamos nem somos humanos? Somos os vigilantes silenciosos, os assassinos escondidos, os monstros que assistem, e residem, sentados confortavelmente nos nossos lares, enquanto contribuímos para a destruição do mundo sem fazer nada. Saramago dizia, “se puderes olhar vê, se puderes ver, repara”, nós dizemos, se puderes olhar vê, se puderes ver, age.

Ficha Técnica e Artística

Texto, Direção e Interpretação: Carolina Figueiredo e Mafalda Mósca | Produção: TEATRO EFÉMERO | Apoio Técnico: André Madruga e José Santos | Cenografia: Carolina Figueiredo, Júlio Almas e Mafalda Mósca | Voz: Tiago Carrasco | Operação de Luz e Som: Miguel Moisés | Edição de Vídeo: Samir lx connct | Apoio à Produção: Departamento de Artes Cénicas, Universidade de Évora


#067 PASSATEMPO - 16MAR (SÁB), SUBSOLO

Sobre o que é o espectáculo? Desafio: em cinco palavras.

---

+ informações - PASSATEMPOS - coluna direita do blog 

7 de março de 2019

9 MARÇO / Sábado / FORA de CASA

“A BOTA VELHA” 
52ª Criação ANIMATEATRO

M6 | 50min

9 Março (Sábado)
Casa Tangente (Elvas)
Acolhimento UMCOLETIVO
21H

+ evento facebook


Sobre
Parti desafiando um amigo, um ilustrador que à revelia deixava escorrer lúcidos, absurdos e estimulantes escritos. Encantou-me a forma como desencadeava humor nas anormalidades do dia-a-dia, ora envergando nós, estrutura Animateatro, uma especial estimação pelo tratar a seriedade de forma estranha, instiguei-o, acedeu gentilmente e de tecla em punho presenteou-nos com uma viagem que tanto veste absurdo, melancolia como comicidade. No processo dramatúrgico, o que mais se demarcou foi a intenção em explanarmos a disparidade entre o ficcional e o real, entre gerações, entre o brincar e o estagnar. Saberá quem nos lê que, muitas vezes, por nos considerarmos vetustos, não nos permitimos à ação de foliar, não deixamos fruir a diferença que nos circunda, fechamos janelas, inibimos experiências de entrar. Na solitude da maturidade, frequentemente resgatamos imagens a uma memória imberbe, vestida de uma beleza inócua que se dilui lentamente, mas à qual inconscientemente persistimos em ancorar. Lá, questionamos de forma labiríntica os momentos, existe a dificuldade em discernir o real ou fabricado, entre a ilustração ou fotografia, mas é crucial registar o pormenor, pois sem ele o que seria do beco, da bicicleta ou até da vizinha.
Tratamos uma viagem recheada de passados possíveis. (Lina Ramos)



Sinopse
Quantos queres? Sim é aquele jogo em que podemos escolher, onde pequenas pintas com cores nos instigam, revelando estreitas janelas, potenciando vastas possibilidades. Quantos pormenores queres? Há Vermelho que traz uma vizinha com sete chapéus, o verde que carrega a bicicleta velha do carteiro novo, o amarelo que imponentemente revela o par de pombas nas suas assembleias gerais. Se abrirmos um buraco, se puxarmos um fio, o que acontecerá? Uma memória fabricada, um futuro aberto, um presente intemporal, uma bota que é velha? Pode até não acontecer nada, pode até ser tudo uma brincadeira.

Ficha Técnica e Artística

Texto: Rodolfo Bispo | Co Criação: Cláudio Pereira e Lina Ramos | Interpretação: Cláudio Pereira e Lina Ramos | Sonoplastia: Cláudio Pereira | Desenho de luz, figurinos e cenários: Cláudio Pereira e Lina Ramos | Execução de figurinos: Maria Teresa Beirão e Lina Ramos | Serralheiro: José Galego | Ilustração, Grafismo: Rodolfo Bispo | Fotografia: Patrícia Ricardo e Paulo Vicente | Produção: Animateatro

10 MARÇO / Domingo

“As HISTÓRIAS da CAROCHINHA” 
pela BYFURCAÇÃO (Sintra)

M3 | 50min

10 e 17 Março (Domingos)
Cinema S. Vicente
16H

+ evento facebook


Sinopse
Carochinha e João Ratão não estão sozinhos nesta versão de “As Histórias da Carochinha”. A eles juntam-se uma série de personagens divertidas que ajudam a contar o tão popular conto português. Vem conhecê-los e descobre o novo final que esta história apresenta!

Ficha Técnica e Artística
Texto original e encenação: João Ascenso | Interpretação: Anaísa Raquel, Catarina Ramos, João Ascenso e João Redondo | Música Original: Nuno Cintrão | Figurinos e adereços: Byfurcação Teatro | Cenografia: Marta Fernandes da Silva | Design gráfico e imagem: Carlos Moura | Técnico de som e luz: Pedro Caseiro | Assistência de Produção: Catarina Ramos | Produção: BYfurcação Teatro

26 de fevereiro de 2019

3 MARÇO / Domingo

"ALICE" teatro p/ bebés
Pelo teatromosca (Sintra)
A partir dos 6 meses | 45 min

Inspirado nos romances “Alice no País das Maravilhas” e “Alice do Outro Lado do Espelho” de Lewis Carroll

3 Março (Domingo)
Cinema S. VIcente
16H

Lotação limitada a 40 pessoas


 

Sinopse
“ALICE”, experiência teatral imersiva para bebés a partir dos 6 meses de idade, inspirada no universo literário do escritor inglês Lewis Carroll. Neste espetáculo é proposto que as crianças, qual Alice, entrem na toca do coelho e que, depois de atravessarem esse túnel que as levará ao palco do AMAS – Auditório Municipal António Silva, aí encontrem uma série de personagens (a Lagarta, o Chapeleiro Louco, a Rainha Branca, a Rainha Vermelha, o Tweedledum e o Tweedledee, o Humpty Dumpty, dois Coelhos Brancos...), num cenário fantástico que convocará um dos cinco sentidos ou vários sentidos em simultâneo. Os atores Pedro Alves e Carolina Figueiredo, cocriadores deste espetáculo em parceria com o cenógrafo Pedro Silva, irão manipulando objetos, criando música ao vivo, interpretando algumas das mais reconhecidas personagens dos textos de Carroll, guiando os espetadores num espaço onde reina o absurdo e a estranheza, instalação cenográfica feita de luz, sons, cores, texturas e aromas, e onde os adereços de cena podem ser explorados pelo público, apelando sempre a formas diferentes de sentir e de agir. 

Sobre
O teatromosca é uma companhia de teatro internacional, fundada em Sintra em 1999. É objetivo da companhia garantir colaborações com estruturas artísticas e culturais afins, e outras instituições, de natureza diversa, de implantação local, nacional ou internacional. Ao mesmo tempo que procura servir um circuito nacional e internacional de intercâmbio de projetos, a companhia pretende trazer para Sintra outros projetos e estruturas com quem se tem cruzado, com quem tem colaborado ou com quem tem afinidades artísticas. Produz o festival MUSCARIUM desde 2015 e, a partir de 2017, passou a gerir e programar o AMAS - Auditório Municipal António Silva, no Cacém, uma sala de espetáculos com 188 lugares.

Ficha Técnica e Artística
Cocriação e Interpretação: Pedro Alves e Carolina Figueiredo | Cenografia: Pedro Silva | Fotografia: Catarina Lobo | Ilustrações: Alex Gozblau | Produção Executiva: Inês Oliveira | Apoio técnico: Carlos Arroja | Estrutura financiada por: DGArtes/Governo de Portugal e Câmara Municipal de Sintra | Apoios: 5àSEC - Rio de Mouro, Junta de Freguesia de Agualva e Mira Sintra, União das Freguesias do Cacém e São Marcos, Correio de Sintra, Jornal da Região, Jornal de Sintra, Rodalgés e Europalco | Produção: teatromosca


22 de fevereiro de 2019

2 MARÇO / Sábado

Vamos começar já a preparar o primeiro fim-de-semana de Março?
Sim, sim, SIM?


“ESTAÇÕES”
28ª criação infantil Animateatro (Seixal)
Teatro p/ bebés
6 meses – 3 anos | 35min


2 MARÇO (Sábado)
11H


Serviço Educativo do CAEPortalegre
Crianças entre os 6 meses e 3 anos de idade
Limitado a 35 crianças com 1 acompanhante
2€

3 MARÇO / Domingo

Vamos começar já a preparar o primeiro fim-de-semana de Março?
Sim, sim, SIM?

+ evento facebook


19 de fevereiro de 2019

Sem palavras!

A Voz do Operário - Espaço Educativo do Lavradio, publicou estas duas imagens em representação da nossa ida junto à instituição com o espectáculo Estações. Ficámos sem palavras, guardamos aqui este registo para que possamos, nos dias mais frios, aquecer o coração.

Gratos uma vez mais, tanto pelo gesto, como pelas palavras maravilhosas que vêm dar o significado certo àquilo em que acreditamos.

Um até breve pequenino!

 

24 FEVEREIRO / Domingo

“PINÓQUIO” o musical
pela PROTAGONIZAMAGIA (Lisboa)
M3 | 60min

17 Fevereiro (Domingo)
Cinema S. Vicente

14 de fevereiro de 2019

Terapia para uma Mala Vazia!

“Terapia para uma MALA VAZIA”
por LIBÉLULA TEATRO (Leiria)
M14 | 50min

16 Fevereiro (Sábado)
Espaço Animateatro
21H30



Sinopse
Um homem sujeita-se a escrutinar o passado à procura de respostas para as suas insatisfações atuais, naquela que parece ser uma consulta de terapia normal. A relação entre paciente e terapeuta vai-se revelando muito para além do que seria expectante. Frustrações, inquietações, desejos são trazidos à luz de um quotidiano em que se intromete um objeto capaz de desviar atenções e trazê-los de volta à normalidade.

Ficha Técnica e Artística
Criação artística/Produção: Libélula Teatro | Texto: Sandrine Cordeiro | Elenco: Emanuel Jacinto, Sandrine Cordeiro | Música original: Fabrício Cordeiro | Técnico: Afonso Jacinto


Pinóquio!

12 de fevereiro de 2019

17 FEVEREIRO / Domingo


“PINÓQUIO” o musical
pela PROTAGONIZAMAGIA (Lisboa)

M3 | 60min

17 Fevereiro (Domingo)
Cinema S. Vicente
16H

+ evento facebook


Um espetáculo que aborda de forma atual, divertida e didática, a sociedade de hoje, o lugar e a prioridade das vivências das crianças de hoje!
Que lugar tem a família e os amigos?
Que lugar tem a verdade?

Sinopse
Pinóquio é um sonho que nasce das mãos de um velho carpinteiro e se torna real pelos poderes mágicos de uma Fada que lhe concede a vida! Começa assim esta verdadeira aventura, que leva Pinóquio a um mundo de peripécias e surpresas, que nem sempre correm bem…. Sem orelhas de burros, baleia gigante (porque hoje, os desafios são outros) esta aventura será única!
A caminho do seu primeiro dia de Escola, para onde vai entusiasmado por poder aprender tantas coisas novas, é enganado por dois malvados que o convencem a embarcar para a Ilha da Fantasia! Um lugar onde as crianças podem fazer o que quiserem, do fast food, aos videojogos, tudo é possível…o que leva esta marioneta com vida a mentir!
Será este o caminho de Pinóquio?
Será a Ilha da Fantasia, um mundo perfeito?
Resta acompanhar-nos e viver esta aventura!

Ficha Técnica e Artística
Encenação e texto: Ana Balbi e Bruno Pópulo | Interpretação: André David Reis, Bruno Pópulo e Duarte Lopes | Música Original: Ricardo Monteiro e Nelson Mendes | Produção: PROTAGONIZAMAGIA

16 FEVEREIRO / Sábado



“Terapia para uma MALA VAZIA”
por LIBÉLULA TEATRO (Leiria)
M14 | 50min

16 Fevereiro (Sábado)
Espaço Animateatro
21H30